Programa Amazonas Legal realiza palestra sobre combate a queimadas e desmatamento em Apuí

Written by Imprensa SDS

A Secretaria de Meio Ambiente (Sema) e o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) realizam, nesta quarta-feira (11/04), no Centro Multiuso da Escola Municipal Padre Faliero, no município de Apuí (a 347 quilômetros de Manaus em linha reta) o projeto “Diga Não ao Fogo” com atividades sócio-educacionais, palestras e oficinas de conscientização sobre queimadas e desmatamento.

De acordo com a assistente técnica da Sema, Maria Edilene Neri, o trabalho faz parte de do 1º Mutirão de Licenciamento e do Cadastro Ambiental Rural (CAR), do Programa Amazonas Legal desenvolvido pelo Governo do Amazonas e que teve início no último domingo (08/04) e que encerra no próximo dia 20 naquela cidade. O objetivo é tirar Apuí da lista dos municípios brasileiros que mais desmatam no País.

Na cidade estão sendo realizados atendimentos a produtores rurais que não possuem Licença de Operação (LO) ambiental e o CAR, além do trabalho de vistorias técnicas aos empreendimentos que estão solicitando a regularização de áreas embargadas pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) por não tem o licenciamento do Ipaam.

Educação ambiental – As palestras do “Diga Não ao Fogo” acontecem nos intervalos das aulas da Escola Municipal e contam com o apoio do gestor da unidade educacional, professor Paulo Cesar Alves. “É muito bom, é ótimo iniciativas como essas. Acredito que a educação ambiental tem que começar desde a infância. Quanto mais cedo melhor, porque eles são o futuro. Hoje, eles têm o que comer, mas, se não cuidarem, não sabemos o que vai ser de Apuí, e eles precisam ter essa consciência”, afirmou.

Queimadas ─ Maria Edilene Neri e o Leomir Lopes, soldado do Batalhão de Polícia Ambiental, que ministram as palestras, contaram que, no ano passado, foram registradas mais de 12 mil focos de queimadas em todo o Amazonas. Desse total, 1,7 aconteceram em Apuí. “Por conta desses números o Governo do Estado planejou a realização do projeto no município e estamos tendo adesão de muitas pessoas”, informaram. 

Interação social ─ O trabalho é acompanhado pelo secretário de Meio Ambiente de Apuí, Domingos Bonfim, que destacou a importância do Programa Amazonas Legal naquela cidade. Ele disse que o projeto “Diga Não ao Fogo” mostra aos alunos como agir diante de uma situação de queimada de área de preservação, por exemplo. “Isso cria uma interação social dos estudantes e eles aprendem onde denunciar fotos de queimadas”, disse.

Conhecimento ─ O soldado PM Leomir Lopes explica que o foco principal do projeto é conscientizar a população na base, ou seja, na educação infantil. “E é possível ter resultados positivos no futuro. As crianças absorvem mais rápido o conhecimento e levam isso pra casa de uma maneira mais eficiente. Elas, em sua inocência e pureza, repreendem seus pais, irmãos ou qualquer parente que esteja fazendo queimada de forma errada”, observou.

FOTOS: ANDRÉA REIS/IPAAM