Sema recebe doação de 361 kits de higiene pessoal para idosos da RDS do Uatumã

Written by Imprensa SDS

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) recebeu, nesta segunda-feira (25/05), a doação de 361 kits de higiene pessoal  disponibilizados pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). A iniciativa visa garantir o acesso das famílias mais vulneráveis, especialmente aquelas com idosos, aos materiais necessários para a prevenção da Covid-19.

Os donativos serão destinados à Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Uatumã, localizada a 227 quilômetros de Manaus. Os kits contêm artigos de higiene pessoal e íntima, como fraldas geriátricas, escovas de dentes, creme dental, desodorantes e sabonetes.

“Todo o mundo está passando por uma situação delicada, e mais do que nunca precisamos nos unir para defender aqueles que mais foram afetados pela pandemia da Covid-19. É um gesto de solidariedade das empresas parceiras do Unicef neste momento em que muitos não têm acesso aos materiais básicos de prevenção”, destacou o secretário titular da Sema, Eduardo Taveira.

Os kits começam a ser entregues na Reserva a partir da próxima semana, respeitando as normas sanitárias e de preparação logística da distribuição. A entrega será realizada pela Sema, por meio do gestor da Unidade de Conservação (UC).

Além da Sema, os kits também foram disponibilizados para a Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas) e Secretaria Municipal da Mulher Assistência Social e Cidadania (Semasc). Entre essas pastas serão distribuídos 3.133 kits, com o apoio da Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (Adra) e a ONG Aldeias Infantis SOS.

Assistência – No Amazonas, a distribuição dos kits da Unicef prioriza os idosos que vivem em abrigos indígenas, compostos por venezuelanos migrantes e refugiados (Warao); idosos que vivem em abrigos não indígenas, que recebem migrantes e refugiados venezuelanos; população em situação de rua, composta por refugiados e migrantes, que estão acolhidos em abrigos temporários pelo poder público durante a pandemia de Covid-19; idosos inscritos no Centros de Referência da Assistência Social (Cras) e Centros de Referência Especializados da Assistência Social (Creas) de Manaus; ribeirinhos e indígenas residentes em UC; e grupos de apoio liderados pela Secretaria de Justiça.

FOTOS: Divulgação/Sema